A afta é um tipo de úlcera que pode aparecer em qualquer local da cavidade oral, garganta, gengiva, lábios ou língua. Ela é caracterizada por lesões ovais, esbranquiçadas ou amareladas, rasas e limpas. Não possuem pus, bactérias ou pontos de infecção. O tamanho varia e podem ser muitas ou apenas uma. Ela também pode ser chamada de úlcera oral ou aftosas.

Praticamente todas as pessoas já tiveram aftas e 20% da população tem esse tipo de úlcera de forma recorrente. Elas são mais comuns e pré-adolescentes, adolescentes e adultos jovens. As lesões são benignas e naõ oferecem maisores riscos para a sáude. O maior problema é o desconforto ao falar, comer e a dor que pode ser constante. Não existe causas precisas para o aparecimento das aftas, mas traumas locais, estresse, poucas horas de sono, refluxo, cigarro, alterações hormonais e deficiência de vitaminas podem ajudar o desenvolvimento. Estudos mostram que problemas no sistema imune aumentam as chances das aftas aparecerem.

A maioria delas dura, em média, de 1 a 2 semanas e desaparece sem deixar cicatriz. Já as pessoas que apresentam aftas maiores com mais de 1 cm e profundas, as aftas major, convivem com problema por até 6 semanas. Outro tipo de afta é a herpetiforme formada por diversas úlceras pequenas que juntas formam uma grande lesão. Em todos os casos, ela podem aparecer acompanhadas por linfonodos no pescoço, as conhecidas ínguas, e até febre baixo e mal estar.

Não existe um remédio ou alguma substância que cure a afta rapidamente. Como ela pode durar até 2 semanas, os tratamentos procuram acelerar o processo de cicatrização da lesão. Existem pomadas anestésicas e outras que aliviam os sintomas, com corticóides e anti-inflamatórios, que também ajudam a acelarar a cicatrização.

Uma opção para reduzir o incômodo das lesões é realizar bochechos com 1 colher de leite de magnésia ou bicarbonato de sódio diluído em copo de água. Mas, os pacientes não devem utilizar substâncias abrasivas puras como álcool e próprio bicarbonato, que vão irritar ainda mais afta e piorar o quadro.

Um médico ou dentista devem ser procurados quando a afta for muito grande, aparecem rapidamente (uma seguida outra, sem haver cicatrização da primeira), demora na cicatrização (mais de 3 semanas), infecções no local, febre ou aparecimento de sintomas sistêmicos que indicam a presença de alguma doença.

Palavras-chave: aftas, tratamentos, úlcera, úlcera oral, úlcera aftosa, lesão, dentista, cavidade oral, cicatrização, sintomas sistêmicos, problemas, tipos de afta


IMPLANTE DENTAL FB

 

 

 

Estética Dental

Implante Dentário