O microscópio já é amplamente utilizado na medicina tradicional para realizar exames laboratoriais e também em outras especialidades. Agora, ele também está presente na Odontologia para ajudar os dentistas e chegarem a diagnósticos mais precisos, que são o ponto principal para um tratamento bem sucedido.

Com ele é possível ter mais segurança na execução de procedimento clínicos, com grandes índices de qualidade e precisão muito maior do que seria alcançado através dos métodos terapêuticos tradicionais. A visualização do campo de trabalho, por exemplo, é aumentado em até 20 vezes, em relação ao tamanho real. Além disso, a exposição das imagens pode ser feita simultaneamente em uma tela de vídeo, em que o dentista tem ainda mais condições para indicar o tratamento.

Todos os tratamentos estéticos odontológicos podem ser feitos com o uso do equipamento. Com cirurgias e procedimentos clínicos, a aparência dos dentes e da gengiva fica melhor o microscópio pode ajudar, em grande escala, essa melhora. Com ele, o dentista pode realizar microcirurgias plásticas periodontais,que acabam com as raízes expostas. Também é possível promover a assimetria das gengivas, a adequação das áreas para a colocação de implantes  e outros procedimentos.

Outra vantagem das cirurgias realizadas com o auxílio do microscópio é o pós-operatório, que chega a ser 50% mais rápido do que nos procedimentos que são feitos sem ele. Apesar dos ótimos resultados, somente um dentista especializado poderá determinar quais casos realmente precisam do auxílio do aparelho para alcançar melhores resultados.

Palavras-chave: microscópio, odontologia, medicina, cirurgias, procedimento clínicos, implantes, tratamentos estéticos odontológicos, dentista, resultados


IMPLANTE DENTAL FB

 

 

 

Estética Dental

Implante Dentário